13 agosto, 2010

Humor clínico

Eu simplesmente A-D-O-R-O piadas, mas sei que não poderia ganhar a vida sendo humorista, e não é porque não sei contar piadas,não, eu até que me tiro boas gargalhadas do pessoal, apesar de que já ouvi falar que, para ser um bom humorista você não deve rir das suas piadas. Mas, eu sempre dou umas gargalhadas da piada que eu ainda vou contar. Bom, continuando, eu acho que não tem como ganhar dinheiro fazendo os outro rir pelo simples fato de que eu não consigo memorizar as piadas. Por mais que eu tente, só consegui até agora memorizar umas 3 piadas.

Então agora eu vou passar a escrevê-las também, assim consigo melhorar a minha amnésia. RS.

Em especial para a melhor contadora de piadas que ainda é amadora, a Ju Blatt e ao meu afilhado Thiago que simplesmente adora me ouvir contar piadas (é por isso que eu amooooooooo).


Boa diversão pra vocês.
-----------------
- Doutor, tenho tendências suicidas. O que faço?
- Em primeiro lugar, pague a consulta.


-Doutor, quando eu era solteira tive que abortar seis vezes. Agora que casei, não consigo engravidar.
- Seu caso é muito comum: você não reproduz em cativeiro.

- Doutor, sou a esposa do Zé, que sofreu um acidente; como ele está?
- Bem, da cintura para baixo ele não teve nem um arranhão.
- Puxa, que alegria. E da cintura para cima?
- Não sei, ainda não trouxeram essa parte.
(Boa)


Após a cirurgia:
- Doutor, entendo que vocês médicos se vistam de branco. Mas por que essa luz tão forte?
- Meu filho, eu sou São Pedro.


No psiquiatra:
- Doutor, tenho complexo de feia.
- Que complexo que nada. (Cruel, rsrs)

Um psicanalista no consultório de outro:
- Doutor, venho ao colega para me aconselhar em um caso impossível.
- De que se trata, colega?
- Estou atendendo um argentino com complexo de inferioridade!

O psiquiatra incentiva o paciente:
- Pode me contar desde o princípio...
E o paciente argentino:
- Pois bem, doutor! No princípio eu criei o céu e a terra...
( não dá pra engolir argentino, rsrs)

O psiquiatra para o paciente:
- Meu amigo, eu tenho uma boa e uma má notícia para você. A má é que você tem fortes tendências homossexuais.
- Meu Deus, doutor! E qual e a boa notícia?
- A boa notícia é que acho você um gato


Paciente chega ao médico e se queixa:
- Doutor, estou com dor aqui do lado direito da barriga e meus olhos ficaram amarelados!
O médico responde:
- Muito bem, e o sr. bebe?
- Obrigado, eu aceito uma dosezinha!


Quando chega um paciente babando e fazendo sons esquisitos no consultório do neurologista, ele exclama:
- Ai, meu Deus! O que eu faço?
Já quando chega um paciente babando e fazendo sons esquisitos no consultório do neurocirurgião, ele exclama:
- Ai, meu Deus! O que foi que eu fiz?
(ótima)


Sabem qual a diferença entre um clínico, um cirurgião-geral, um psiquiatra e um patologista?
> O clínico: Sabe tudo e não resolve nada.
> O cirurgião: Não sabe nada mas resolve tudo.
> O psiquiatra: Não sabe nada e não resolve nada.
> O patologista: Sabe tudo, resolve tudo, mas sempre chega atrasado


O cara sofria de amnésia e procurou o médico:
- Doutor, estou com uma terrível amnésia.
- Desde quando?
- Desde quando, o quê, doutor?
(adorei....)


Psiquiatra para o paciente bebum:
- O senhor vai parar de beber cerveja, durante um ano só vai beber leite.
- Outra vez, doutor?
- O que, o senhor já fez esse tratamento?
- Já, durante os primeiros meses da minha vida...
(a melhor desta sessão)

Um comentário:

juliana disse...

ótimo! obrigada pela homenagem...
para sempre amadora! haha
muito legal seu blog!
beijoos