01 outubro, 2010

De Tempos em Tempos



Não gosto muito de posts muito extensos, porém, caso este aqui se extenda demasiadamente, peço ao leitor que me perdoe. Este post será pra retratar e guardar uma lembrança do momento que vivo agora.


Estamos entrando no quarto trimestre do ano de 2010, hoje, dia 01 de outubro, dia de Santa Teresinha do Meninos Jesus, e na antivéspera do dia das eleições 2010.
Na verdade não vou falar sobre estes assuntos. Mais uma vez vou falar do tempo. Não sei o porquê, mas este assunto sempre me intriga e me leva a dedicar mais tempo pensando do que gasto com outras coisas.
Chegando à reta final de mais um ano dou uma olhada para os meses que se passaram, e analiso o que fiz e deixei de fazer. Vejo as coisas que eu queria que tivessem acontecido, porém, ainda não chegaram a hora, não completou-se o tempo.

Tempo, tempo, tempo, mano velho. Já virou música, poesia, debate, filme, novela. E eu estou estrelando nesta novela.
As vezes me encontro ansiosa por desejar ter mais algumas horas no meu dia, mais um dia na minha semana. Tem dias que prefiro ir dormir bem tarde pra não ter a sensação que deixei algo por fazer ou que gastei o tempo dormindo. Meu irmão falou sobre uma teoria que gostaria de compartilhar com vocês. É a teoria do "Tempo pra fazer 10 coisas durante o dia". Vou me explicar: Se você se programa pra fazer 10 coisas durante o dia, você vai encontrar tempo pra fazer as 10 coisas. Pode ser que não cumpra todas as 10, mas se esforçou para tal e deverá ter cuprindo pelo menos 75% destas coisas. Agora, se você se programou pra fazer 4 coisas durante o dia, você pode até pensar: "Me programei pra fazer 4 coisas, mas posso fazer mais.". Daí o que acontece, voce acaba enrolando o seu dia adiando os minutos, ficando um pouco mais na cama, ou na frente da TV. Ao chegar no final do dia, o que acontece? Você pode até não ter realizado as 4 coisas, mas terá realizado, pelo menos, 75% das tarefas que você se destinou a fazer.
Intrigante, não é?:(
A conclusão que chegamos é: Não devo viver presa ao tempo, mas encontrar a melhor forma de utilizá-lo, e não digo gastar o tempo não. Utilizar o tempo com as coisas que julgo prioridades, as que julgo importantes, (utilizar o tempo pra ganhar um dinheirinho também é otimo) e também com as que são somente pra minha diversão.
Com isto estaremos iniciando e fechando os ciclos da nossa vida, de forma que, ao chegarmos no final de um ciclo vamos poder constatar que fizemos um "bom trabalho".
Boa sorte,

Nenhum comentário: