13 dezembro, 2012

Lembranças de Natal


Aproveitando esta época, que eu considero mágica, quero escrever um pouco de como era e como será meus Natais


Antes, quando meus avós eram vivos, sempre fazíamos assim: na noite de Natal íamos para a casa do Vô Zico, de ônibus, vendo todas as casas iluminadas. Eu e minhas irmãs íamos falando assim: "essa casa é minha, essa é minha" ficávamos na varanda, cantando músicas de Natal. Não me lembro mesmo da Ceia, acho que o sono reinava, para a tão esperada chegada do Papai Noel. Aí na passagem para o Ano Novo ficávamos na casa da minha vó Gena, que era em cima da minha casa. Era super legal pois tinha uma vista muito boa e o clima sempre era agradável. 
Quando meus avós foram passear no Céu, as comemorações mudaram, o Natal começaram a ser na minha casa mesmo, que sempre foi simples, mas nunca minha mãe deixou de fazer uma ceia muito gostosa ( Claro que tinha o meu toque!!!). Antes de cearmos, íamos para a Missa do Galo, que nunca foi as 00:00hs mas, quase sempre, por volta das 19:30. Dai, iamos para casa, ceávamos, faziamos a troca de presentes. Meus vizinhos vinham a nossa casa, para ver o que tinhamos ganhado, a gente ia para a casa deles, para comer salada de frutas e rabanada, até cansarmos e irmos dormir. 
Sempre, sempre, sempre amei o Natal. Acho que é porque ainda não perdi ninguém tão próximo da minha família, a não ser meus avós, mas como eles eram velhinhos, não impactou tanto. Bom, a questão é que o Natal é uma festa principalmente em família, e por isso é tão bom para uns e tão ruim para outros.

Agora, vamos passar o Natal com a minha nova família. Ainda não será na nossa casa, mas só porque o Gui ainda está pequeno, porque, quando ele já estiver compreendendo um pouco a magia do Natal, do Papai Noel, quero estar na nossa casa, para fazer todas as brincadeiras e para que o cheiro do Natal esteja sempre presente no pensamento dele.

Quero poder um dia, em breve mesmo, pegar uma criança de um orfanato, ou até mesmo um morador de rua, para passar o Natal conosco, ou, ir passar o Natal em algum destes lugares.

Como estamos no Advento, tempo de preparação para o Natal, quero deixar aqui, os votos de um tempo muito feliz, que a paz que reinava na manjedoura esteja presente em nossos lares. Amém.




Nenhum comentário: