10 dezembro, 2008

É Natal Já?!!!


então é Natal. Quer dizer, ainda não. Quase. O tempo corre mais em dezembro.
Pode reparar. Os dias começam a passar mais rápido, ainda em novembro, quando os primeiros panetones chegam às Pratelerias dos supermercados. Funcionam como trombetas de massa fermentada e frutas secas anunciando que o fim está próximo.
fim de ano é como fim dos tempos. só que pior. Em vez da sensação libertadora de que não existe amanhã, vem aqula urgência em resolver no último mês do ano tudo aquilo que ficou pendurado nos outros onze meses..
A ansiedade natalina aumenta com as evidências de que 2009, não adianta espernear, está logo ali. E , sem querer aumentar a pressão, não faltam evidências.
Comerciais lacrimogêneos na tevê, musiquinha anunciando que hoje é um novo dia de um novo tempo que começou, transito caótico em todo lugar, caixinha na protaria do prédio, o cartão desinteressado do seu entregador de revistas, telefonemas de instituições de caridade, notinhas nos jornais sobre o especial do Roberto Carlos, catálogos de cesta de natal enlatados embaixo da porta, ruas enfeitadas como carros alegóricos.
Tudo parece gritar, como um gigantesco coelho branco de Alice no País das Maravilhas enfiado num gorro vermelho, "estou atrasado, estou atrasado!".

Calma. Respira. Coloca o cartão de crédito de volta na carteira. É, comprar parece ser o último refúgio contra a ansiedade. Não conseguiu fazer tudo o que tinha planejado? Leva para casa uma tevê nova - a última prestação cai só no Natal do ano que vem.

Gastar é o Prozac do Natal. Até em tempos de crise. Ou principalmente em tempo de crise, a julgar pelo movimento das lojas. Aliás, falar de crise numa hora destas? Francamente. o dólar lá em cima, será que não é melhor cancelar a viagem de férias? E a empresa, ainda vai existir em janeiro?

Aliás, falar de janeiero numa horas destas? Dia de Reis chegando, daqui a pouco é hora de desmontar a árvore de Natal. Melhor correr, não dá pra perder tempo: vai logo montar a árvore.

Está naquela caixa, guardada na prateleira mais alta do armário, perto do faqueiro. Sobe na escada com cuidado. Isso. A estrela não pára no topo do pinheiro de plástico. Devia ter comprado outra, ano que vem você vê isso. Agora não dá mais tempo. Enrola logo as luzes. Não, não seja paranóico. Elas não estão piscandop mais rápido este ano.

É o tempo que corre mais rápido em Dezembro.

Nenhum comentário: