29 dezembro, 2008

Pensamentos


Parte 1



Incrivel como as pessoas vêm e vão da nossa vida.

Um minuto e elas estão ao seu lado...pouco depois é somente uma lembrança...

E lembranças de tudo de bom que ficou...



Este ano eu perdi pessoas muito interessantes, cada um com sua particularidade. Mas sei que Deus está contente por tê-las por perto.

E este depoimento é uma homenagem ....ou algo para que eu possa me lembrar no futuro...



Primeiro: tio Geraldo (Ládio)


Pessoa que foi exemplo para todos que estavam ao seu redor como uma servo de Deus....

vivia para falar de Deus para as pessoas. Uma coisa interessante que ele fazia e isso realmente preciso deixar registrado: ele vendia doces na rua...andava, andava e andava...com aquele pacotinho de pipoca e paçoca ou amendoim, e andava...pra cima., pra baixo...ia nos hospitais.

Sempre achei que ele tinha que vender as coisas para ajudar na renda familiar, mas na verdade o intuito dele vender era para poder se aproximar das pessoas para falar, nada mais, nada menos, daquele que é o Tudo na vida dele. Então, de modo sorrateiro ele vendia uma "pipoquinha" e de quebra, revelava a Palavra de Deus para aquele que estivesse disponível para ouví-la.

Fora este episódio da venda de pipocas, outra coisa que ele fazia sempre era visitar as pessoas. E quantos foram os sábados em que ele dava uma passadinha lá em casa, tomava um cafezinho com a minha mãe(irmã dele), e falava .... sim falava de Deus. Se bem que muitas vezes eu tinha que prestar uma atenção enorme,porque ele, como todo mineiro, falava baixinho...

Obrigada, tio Ládio, por estar no céu intercedendo por nós.



Segundo: tio Roque.



Este era o trovão em pessoa. Quando pequenas, eu e minhas irmãs tínhamos medo dele, pois ele quando chegava embriagado, gritava, chingava, gritava, batia portas e janelas....

Mas quando estava bom, nos parecia tão manso, diferente daquela pessoa que tinhamos visto no dia anterior.

Dono de um lindo par de olhos azuis, claros como o céu das manhãs de verão.

Um dia porém, sofreu um acidente, que o deixou imobilizado. ficou bastante tempo no hospital, visitei ele muito menos vezes do que deveria.Perdoe-me tio..

Então, no dia 03 de novembro de 2008 chegou a hora de nos olhar lá de cima, lá no céu, onde seus olhos devem brilhar mais.





Terceiro: Tia Lucília



Pessoa totalmente do bem.Minha madrinha de crisma. dona de um carisma especial.

adorava conversar, conversar e conversar....

também muito católica, sempre que estávamos juntas, falávamos das coisas da igreja...



Tinha um dom culinário, maravilhoso, com honras para o seu purê, bolo comum com cobertura de suco de laranja ou limão e os maravilhos bolinhos de chuva....

Também não a visitei o tanto que deveria. Mas a casa dela foi um dos lugares que durante a minha infância, nós mais íamos.

A sua filha, minha prima Cláudia, faleceu muito jovem e muitos me achavam parecida com ela.

Tia um beijo para ti onde você estiver.





*******************

Família, nosso berço de ouro.

Nenhum comentário: